Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Quase 40 mil casos

Londrina lidera casos confirmados de dengue no Paraná, mostra boletim

Redação Bonde com AEN-PR
02 jul 2024 às 18:08
- Cacio Murilo de Vasconcelos
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Com 37.356 casos confirmados de dengue, Londrina é o município no Paraná com o maior número de confirmações no estado. O boletim semanal da dengue, publicado pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) nesta terça-feira (2), confirma também mais duas mortes em decorrência da doença no município.


Em todo o Paraná, foram confirmados mais 20.848 novos casos da doença e 38 mortes por dengue. O documento também mostra que o Estado acumula 511 óbitos, 547.351 casos confirmados e 899.097 notificações no atual período epidemiológico, iniciado em 30 de julho de 2023.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


As cidades com mais casos são Londrina (37.356), Cascavel (31.354), Maringá (22.791), Apucarana (18.525) e Francisco Beltrão (17.338). Há 398 municípios com confirmações de dengue – apenas Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, não tem casos confirmados.

Leia mais:

Imagem de destaque
Temperatura amena

Confira a previsão do tempo para este fim de semana em Londrina

Imagem de destaque
Tem sobremesa!

Confira o cardápio do Restaurante Popular de Londrina desta sexta-feira

Imagem de destaque
A incerteza de voar para a cidade

Condições climáticas desfavoráveis afetam pousos e decolagens no Aeroporto de Londrina

Imagem de destaque
Investimento de R$ 27 milhões

Nova adutora será implantada para melhorar transporte de água para região oeste de Londrina


A RS (Regional de Saúde) com mais casos confirmados até o momento é a de Londrina, com 69.058 diagnósticos. Na sequência estão a de Cascavel (63.633), Francisco Beltrão (60.413), Maringá (40.392), Apucarana (40.177) e Campo Mourão (34.113).

Publicidade


Os óbitos registrados no informe desta semana ocorreram entre 17 de janeiro e 10 de junho. São 16 homens e 22 mulheres com idades entre 2 anos e 94 anos, residentes em 25 municípios: Londrina (2), Bela Vista do Paraíso (2), Primeiro de Maio (2), Sertanópolis (1), Cornélio Procópio (1), Apucarana (2), Arapongas (2), Cambira (2), Pato Branco (1), Cruzeiro do Iguaçu (2), Dois Vizinhos (1), Francisco Beltrão (1), Realeza (1), Santa Izabel do Oeste (1), Jesuítas (1), Ubiratã (1), Marilena (1), Atalaia (1), Mandaguaçu (1), Mandaguari (1), Nova Esperança (1),  Sarandi  (1), São Pedro do Ivaí (2), Assis Chateaubriand (2), Toledo (3) e Ortigueira (2). Das 38 pessoas que faleceram, 25 apresentavam comorbidades.


Em relação aos óbitos do período epidemiológico 2023/2024, os municípios que registram maior número são Cascavel (51), Londrina (51), Toledo (40),  Apucarana (21) e Rolândia (16).

Publicidade


ZIKA E CHIKUNGUNYA 


Informações sobre chikungunya e zika, transmitidas também pelo mosquito Aedes aegypti, são apresentadas no mesmo documento. Houve o registro de cinco novos casos de chikungunya, que soma 177 confirmações e 1.865 notificações da doença no Estado. Desde o início deste período não houve confirmação de casos de zika vírus, com 139 notificações contabilizadas.


LEIA TAMBÉM:


Imagem
Superlotação no PS da Santa Casa de Londrina dispara e já ultrapassa os 400% nesta segunda
A superlotação no PS (pronto-socorro) da Santa Casa de Londrina aumentou ainda mais em comparação a quinta-feira (27), quando registrava 375%. Nesta segunda-feira (1º) a taxa de ocupação chegou aos 417%
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade