Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Golpe

Grupos indesejados se espalham no WhatsApp sob promessa de renda extra; saiba se proteger

Pedro S. Teixeira - Folhapress
10 jul 2024 às 07:26
- Anton/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Cresce na internet o número de relatos sobre a inclusão indesejada em grupos no WhatsApp. Os convites de surpresa, em geral, envolvem venda de produtos, divulgação de jogos online como "tigrinho" ou promoção eleitoral.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Entenda

Especialistas divergem sobre adoção de bula digital

Imagem de destaque
Primeiro

Conheça a cozinha do chef Max Mariola, celebridade nas redes sociais

Imagem de destaque
Análise

Spam de IA já polui busca do Google, e usuários aderem ao 'antes de 2023'

Imagem de destaque
Rede Social

Koo encerra atividades no Brasil e culpa 'ambiente de financiamento ruim'

A Folha encontrou no Discord canais que orientam os usuários a criarem tais grupos e adicionar centenas de contatos listados em planilhas, em troca de pagamentos de R$ 20 a R$ 60 anunciados como "renda extra". O esquema se apoia em lista de telefones vazadas na internet e pode atingir até 1.024 pessoas por vez.

Publicidade


Um dos grupos diz que o "mentor" fica com 50% do lucro, o que sugere que há ainda um contratante externo. A prática é chamada na internet de "método".


Em resposta às reclamações de usuários, o WhatsApp passará, a partir desta terça-feira (9), a dar mais informações sobre os grupos, quando a inclusão partir de um estranho (ou uma pessoa cujo o telefone não esteja salvo).

Publicidade


Um balão avisará quem adicionou você, há quanto tempo o grupo foi criado e quem é o "dono". Segundo a Meta (dona do WhatsApp), parte dos usuários já tem acesso à ferramenta, que estará disponível a todos "nas próximas semanas".


O WhatsApp quer separar o joio do trigo. Essa ferramenta "ajudará os usuários a permanecerem seguros em mensagens de grupo", diz o aplicativo em comunicado.

Publicidade


"A partir dessas informações, o usuário pode decidir se deseja permanecer ou sair do grupo e revisar algumas das ferramentas de segurança disponíveis para se manter seguro no WhatsApp", diz a empresa em comunicado.


Cresce na internet o número de relatos sobre a inclusão indesejada em grupos no WhatsApp. Os convites de surpresa, em geral, envolvem venda de produtos, divulgação de jogos online como "tigrinho" ou promoção eleitoral. Segundo o WhatsApp, o recurso de segurança já é aplicado em conversas individuais. O usuário sempre recebe informações sobre a origem do telefone, quando o contato não está salvo.


PROTEJA SUA PRIVACIDADE NO WHATSAPP


O WhatsApp lembra que oferece outros recursos de segurança, como silenciar chamadas desconhecidas para evitar ligações de estranhos, conversas protegidas por senha, controle de privacidade no aplicativo e configurações de quem pode adicionar você a grupos.


Imagem
Santuário da Vila Nova abre vagas para casamento comunitário em Londrina
Estão aberta as inscrições para casais que queiram participar do casamento comunitário, que será realizado no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova em Londrina, no dia 17 de agosto, a partir das 9h30. A celebração, junto com outros casais,
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade